Warning: Declaration of WCS_Query::get_endpoint_title($endpoint) should be compatible with WC_Query::get_endpoint_title($endpoint, $action = '') in /home/storage/8/7b/4c/jadeautism1/public_html/wp-content/plugins/woocommerce-subscriptions/includes/class-wcs-query.php on line 377
Como a tecnologia auxilia no desenvolvimento de crianças com TEA

Blog

Como a tecnologia em casa pode auxiliar no desenvolvimento de uma criança com autismo

 

De acordo com a OMS, aproximadamente dois milhões de pessoas no Brasil podem se enquadrar no espectro do autismo, que é um conjunto de transtornos de desenvolvimento que podem ocasionar problemas na linguagem, dificuldades de comunicação, interação social e comportamental. Mas, a tecnologia pode ajudar nesses déficits do TEA. 

Pela variedade de graus e efeitos que o autismo pode apresentar, uma escala conhecida como TEA (Transtorno do Espectro do Autismo) foi designada para que estudiosos e cientistas possam melhor avaliar, estudar e trabalhar cada caso.

O Autismo não possui nenhum tipo de cura, ou seja, acompanhará uma criança diagnosticada em todas as fases de sua vida. Entretanto, é possível alcançar quadros de desempenho muito satisfatórios com um diagnóstico rápido e tratamentos com médicos e psicólogos.

 

A tecnologia na mediação de aprendizagem do TEA

A tecnologia e a educação infantil despontam nesse meio, tornando-se grandes aliados no tratamento de crianças com TEA. Inclusive, muitas crianças se adaptam aos jogos, aplicativos e outros elementos que softwares e programas educacionais têm apresentado.

Muitas crianças dentro do espectro possuem forte relação com o visual e o sensorial. A utilização de rótulos adesivos para identificar objetos com os quais a criança pode interagir podem ser uma solução muito eficaz.

Os estímulos visuais e sonoros dessas aplicações podem passar a funcionar para que a criança compreenda a informação. Nesse ponto, a tecnologia acaba servindo como tradutora de sentimentos e grande responsável pelo sucesso da comunicação.

Alguns desses jogos e atividades podem contar com recursos de áudio, o que pode auxiliar uma criança autista a iniciar uma interação. Mesmo que não seja uma interação com humanos, esse contato com a tecnologia pode ser um mediador para interação com outras pessoas e para o desenvolvimento da criança.

Existem softwares para todas as áreas de ensino, incluindo para a realização de atividades básicas como higiene pessoal ou alimentação, além de ferramentas que auxiliam processos como o de alfabetização.

É importante pensar também no conforto da criança durante o aprendizado, uma vez que os estudos pelo computador costumam demorar algum tempo. Uma ferramenta de apoio como almofada de pescoço pode tornar o período mais confortável, permitindo uma melhor absorção do conteúdo.

De forma geral, a tecnologia pode ser um grande auxiliador para a educação, especialmente no caso de crianças dentro do TEA. Dentre as ferramentas utilizadas, as mais comuns são:

  • Celulares;
  • Tablets;
  • Videogames;
  • Computadores.

Essas ferramentas possuem todo o acesso necessário para uma interação direta entre a criança e a tecnologia, além de hoje em dia serem utilitários de fácil acesso, que você pode ter em sua casa.

É importante levar em conta que a rotina precisa ser muito bem estruturada quando tratamos de ensinar dentro de casa. Saber definir a hora de brincar, de descansar e de aprender é  fundamental para que a criança consiga ter uma absorção melhor dos conhecimentos.

Uma boa forma de identificar se um software tem qualidade para a utilização em ensino é buscar a certificação de produtos que ele possui. Esse tipo de certificação é uma garantia de qualidade do que está sendo apresentado.

 

Os jogos e as emoções para o TEA

As emoções são muito importantes na aprendizagem, e costumam ser um elemento impactado diretamente pelo Transtorno do Espectro do Autismo. Muitas vezes a criança tem dificuldades de compreender e absorver emoções, dificultando o processo de aprendizado.

As emoções são um conjunto de reações químicas e neurais que se tornam um padrão, desempenhando um papel regulador para o organismo, de acordo com a intenção manifestada.

Tanto a vitória como a derrota são parte da gama de emoções, e o impacto dela em jogos educativos pode desencadear a compreensão do que está sendo apresentado.

Há crianças no espectro autista que não conseguem se comunicar de forma fácil, que talvez não respondam às propostas mais tradicionais apresentadas.

Nesse ponto, os jogos surgem como uma alternativa, uma vez que ao observar uma determinada ação no jogo a criança pode compreender as motivações que levam a isso.

É possível ainda alcançar um maior grau de interação se você optar pelo uso de jogos online.

Muitos jogos hoje em dia permitem a cooperação entre jogadores ao redor do mundo, e esse tipo de jogo pode ser muito bom para estimular o próximo passo da aprendizagem de interação com o mundo ao redor dele. Os pais devem escolher jogos de alta qualidade e acompanhar enquanto as crianças jogam, para ajudá-las a entender o que esta assistindo e se certificar das intenções das pessoas que estão em contato com a criança.

Alguns jogos têm servidores online específicos para crianças dentro do TEA, o que pode dar uma segurança maior para os pais e um espaço de confiança para explorar essa tecnologia. É importante manter seu equipamento sempre em dia, para evitar o descarte de lixo eletrônico e estar com o equipamento sempre preparado para novidades tecnológicas que possam surgir.

É aconselhado que os pais conciliem o tempo de tela dos filhos com outras atividades. Além disso, deve-se estimular a prática de atividades físicas, estabelecer limites diários para o uso de eletrônicos e dar bons exemplos desse uso.

tecnologia-no-desenvolvimento-de-crianca-com-tea

 

Benefícios da tecnologia na aprendizagem TEA

O computador é uma das maiores ferramentas da atualidade, e certamente um grande auxiliador no ensino de crianças dentro do Transtorno do Espectro do Autismo. 

Através dele, é possível criar uma série de atividades interativas, que por meio de imagens, sons e interações digitais permitem que o processo de desenvolvimento ocorra de forma mais simples.

Quando as crianças realizam atividades no computador, elas deixam de se tornarem observadores comuns, deixando de ser apenas receptores de conteúdo para ativamente buscar o conhecimento, com atividades que desenvolvem a coordenação motora e o raciocínio lógico.

Nesse ponto, é interessante aos pais identificarem as áreas de interesse na criança, para encontrar dispositivos adequados para mantê-la com a atenção voltada para a atividade, fortalecendo assim o desenvolvimento de habilidades funcionais e de linguagem.

Algumas empresas de tecnologia podem acabar desenvolvendo produtos que auxiliem essas situações do TEA.

No caso de uma empresa de segurança eletrônica, um software de proteção para impedir que as crianças acessem conteúdos impróprios acaba sendo de grande ajuda na atividade educacional.

Um dos mais recentes avanços foi a utilização de tecnologia touch para o aprendizado de TEA. O touch já está em nossas vidas, seja através de smartphones ou tablets, e sua utilização tem se tornado natural.

O conceito da tecnologia já está tão enraizado que crianças de idades bem pequenas já conseguem manusear aparelhos com facilidade.

Esse tipo de ação gera mais autonomia para a criança, auxiliando também na mobilização afetiva e cognitiva, tornando a criança menos propensa a variações de humor.

Esse tipo de flexibilidade permite a uma criança dentro do espectro autista desenvolver melhor sua fala e sua coordenação, por meio de atividades e pela vontade de conseguir utilizar a ferramenta.

Ainda é possível transformar a atividade de ensino em algo mais lúdico, se você utilizar os serviços de locação de projetor pode criar um ambiente de cinema para divertir enquanto ensina.

 

Dicas para o ensino de crianças no TEA

Algumas dicas são essenciais ao tratar do ensino de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo.

Principalmente em um período como o atual, é importante frisar que o ensino em casa é essencial para manter o desenvolvimento da criança e potencializar os efeitos do tratamento.

Pensando nisso, é importante tomar algumas decisões na hora de utilizar ferramentas de apoio ao ensinar a criança.

1.       Comunicação visual

Um dos principais elementos de ensino especial é apoiar no conteúdo visual para passar as informações. Figuras, quadros, fotos, objetos físicos e reais e outras peças com as quais a criança possa interagir diretamente são fundamentais para o estímulo educacional.

Se você puder contar com uma área aberta, que possa ser estruturada com um profissional de jardinagem e paisagismo, pode criar uma ligação com a natureza durante o processo de ensino, tornando a criança mais consciente do mundo a sua volta.

2.       Faça a divisão das atividades

A atenção pode ser um problema na hora de ensinar, por isso, tente dividir as atividades para que o processo de aprendizado seja mais fluido. 

Não se prenda a uma matéria ou um assunto em específico, varie os conteúdos para que as tarefas não se tornem maçantes.

3.       Sobrecarga sensorial

Muitas vezes a criança pode não demonstrar, mas esta com uma sobrecarga sensorial durante o período de aprendizagem.

É importante incentivá-la a realizar algum tipo de exercício físico, ou fazer uma massagem nela para auxiliar o processamento sensorial e deixá-la mais confortável para se dedicar ao ensino.

4.       Prepare alternativas

Às vezes o conteúdo que você tem preparado ou a atividade que planejou não atrai a atenção o suficiente da criança. Nesse ponto, é importante ter alternativas planejadas para manter a rotina de estudos em ordem.

O principal no processo de ensino em casa para uma criança com TEA é justamente a manutenção de processos e rotinas. Portanto, é imprescindível que você mantenha sempre o mesmo período de ensino, criando alternativas para reter a atenção dela.

É possível instalar iluminação de emergência em sua casa para manter sempre a rotina ativa. Desse modo, você evita qualquer problema que a criança possa ter para ficar mais tranquila e possa continuar suas atividades.

Algumas pessoas também se juntam em grupos de apoio, prontas a ajudar a tirar dúvidas e dar dicas para o processo de ensino em casa.

Procure órgãos e instituições na sua cidade para conhecer essas pessoas e criar uma rede de apoio e contato. Além de aprender com eles, novidades tecnológicas que podem auxiliar seu processo de ensino.

 

Jade Autismo – aplicativo para crianças com TEA

Já conhece o Jade Autism? O Jade é aplicativo que ajuda a desenvolver habilidades cognitivas. Ele ajuda na resolução de problemas, na utilização de pensamentos estratégicos e na tomada de decisão. Podendo servir como mediador no processo de aprendizagem de competências e habilidades como atenção e raciocínio lógico.

Baixe gratuitamente o app e torne o desenvolvimento do seu filho divertido! Link para DOWNLOAD.

Siga o @JadeAutism no Instagram para ficar por dentro das novidades!

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *