fbpx

Blog

Conheça o jogo que auxilia no desenvolvimento de crianças com TEA

baixar-aplicativo-jade-autism-autismo-TEA

 

O conjunto de exercícios cognitivos compostos no game terapêutico do JADE AUTISM, foi planejado de acordo com a ciência do ABA (Análise do Comportamento Aplicada) e outras técnicas com fortes comprovações científicas de seus resultados para o desenvolvimento de crianças com o TEA (Transtorno do Espectro Autista).

As atividades do game são para habilitação e/ou reabilitação cognitiva de pacientes com autismo ou outros atrasos de aprendizagem.

Desenvolvido por neurologistas, psicólogos e terapeutas, o software do Jade Autism, por meio de atividades de combinação de figuras ou jogo da memória, estimula as habilidades de atenção sustentada, seletiva, alternada, dividida, auditiva e visual.

Além de ajudar na resolução de problemas, na utilização de pensamentos estratégicos e na tomada de decisão, pode servir como mediador no processo de aprendizagem de competências e habilidades, auxiliando profissionais e pais no tratamento.

 

Principais Vantagens

– Desenvolvido com auxílio e acompanhamento de profissionais especializados e embasamento científico.

– Mecanismo simples de toque, facilitando a compreensão da criança.

– Conta com diferentes campos temáticos separados por categorias: alimentos, animais, cores, formas, letras e números permitindo que as crianças aprendam enquanto se divertem.

– Elaborado para que a criança jogue sozinha, sem a necessidade de um adulto explicar a dinâmica do jogo.

– Possibilita a estimulação cognitiva em casa e com o auxílio dos responsáveis para superar as dificuldades, aumentando o vínculo da criança-responsável.

– Disponível em quatro idiomas – Inglês, Português, Espanhol e Árabe.

 

COMO UTILIZAR O JADE COM MEU FILHO?

É necessário que seja separado um momento do dia em que a criança esteja descansada e em um ambiente silencioso e sem estímulos distratores, como por exemplo, sentado de forma confortável, com apoio para o aparelho eletrônico utilizado e longe de brinquedos e televisão.

Deve-se explicar que se trata de um jogo de combinar figuras, e que você irá observar enquanto a criança joga. É muito importante a observação para verificar comportamentos que possam indicar a necessidade de auxílio do pai, como por exemplo impulsividade (se a criança já clica na figura muito rápido, sem uma análise), comportamentos de fuga e esquiva (se a criança clica fora das figuras quando tem dificuldade).

Além disso, a primeira coisa a se ter em mente é que apesar se se tratar de um jogo, o JADE é um jogo terapêutico, portanto, está estimulando a criança de forma lúdica, e para que se tenha o melhor aproveitamento desse estímulo no desenvolvimento da criança, o ideal é que seja aplicado em um momento certo do dia, e com mediação, ou seja, os pais podem oferecer dicas quando a criança apresentar dificuldade, fazendo pontuações ou perguntas sobre as diferenças das figuras, ou padrões, de acordo com a exigência da tarefa. Por exemplo:

“Olha, na fileira de cima tem várias comidas, algumas comemos de sobremesa por que são? (Resposta: doces).” Quando a criança responder, deve-se dizer: “Isso mesmo. E na fileira de baixo, qual dessas comidas podem ser sobremesas ou são doces?” ou “Isso mesmo. E na fileira de baixo, qual dessas figuras combinam com as figuras de cima?”.

Dessa forma, oferecemos um estímulo verbal ao jogo, que é apenas visual. Quando a criança acertar, deve-se elogiar, falando “muito bem, você conseguiu”, sempre sorrindo e tentando manter contato físico e visual, como um toque no braço olhando a criança nos olhos. Chamamos esse tipo de elogio de reforço social.

 

O QUE FAZER SE APESAR DAS DICAS MEU FILHO CONTINUAR COM DIFICULDADES?

Em situações em que mesmo com a mediação a criança continue apresentando dificuldades em conseguir realizar a tarefa, recomenda-se o uso de material concreto, como material dourado que ajude a criança contar, figuras de frutas em fichas para que ela possa manusear e ajude no raciocínio, além lápis de cor, palitos e até mesmo frutas.

Dessa forma, oferecemos um estímulo visual concreto ao jogo, que é apenas visual, além do estímulo verbal feito pelo mediador.

Outra recomendação é que volte algumas fases, jogando de trás pra frente. Jogue em ordem decrescente até a fase em que a criança consiga passar sem auxilio.

Depois jogue novamente em ordem crescente, para que garanta que ela aprendeu a logica das atividades anteriores, que auxiliará as futuras tarefas, pois o nível de dificuldade das tarefas é crescente.

 

Idade:

Pacientes a partir de 18 meses

 

Tempo de Uso:

Recomenda-se de 15 a 30 minutos por sessão que a criança jogar, podendo variar de acordo com a idade e desempenho da criança. Essa sugestão de tempo sugerido leva em consideração as recomendações da Academia Americana de Pediatria.

 

PARA BAIXAR GRATUITAMENTE O APLICATIVO JADE AUTISM CLIQUE – AQUI .

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *