Já publicamos aqui no blog do Jade a matéria “Estereotipias: O que é e como afetam as crianças?”. Visando compartilhar mais detalhes sobre o tema, preparamos o conteúdo abaixo abordando como a prática de esportes auxilia na diminuição das estereotipias.

 

O que são estereotipias?

 

Estereotipias são comportamentos repetitivos, ritualísticos e sem motivos aparentes que costumam prejudicar a criança. É um sintoma comum de pessoas no espectro e tende a se manifestar na fala, na postura ou em movimentos. Normalmente acontecem em momentos de estresse, ansiedade ou em ambientes com muitos estímulos. Esses movimentos repetitivos ajudam a acalmar e promovem uma sensação de bem-estar.

Leia o conteúdo completo sobre o que são estereotipias e como ajudar as crianças.

 

Os benefícios da prática de esportes para pessoas com TEA

 

O esporte é uma excelente ferramenta de inclusão social que auxilia na melhora da coordenação motora, promove ganhos cognitivos e a socialização. Além disso, pesquisas mostram que a prática constante de esportes também beneficia pessoas autistas por diminuir as estereotipias motoras.

Isso acontece, pois, ao se movimentar, seja correndo, nadando ou pulando, o efeito calmante e de bem-estar sentidos no corpo são semelhantes aos causados pelas estereotipias. Além disso, é necessário manter o foco para cumprir os objetivos de cada atividade. Essa ativação do cérebro diminui naturalmente a necessidade dos movimentos repetitivos.

 

Como começar?

 

Começar pode ser um passo difícil devido à resistência que muitas pessoas com TEA têm com mudanças na rotina. Também é normal que muitos pais tenham medo e dúvidas quanto a inclusão da prática esportiva, mas é importante considerar o quanto isso pode ser benéfico para a criança.

Visando facilitar a adaptação, busque atividades que aconteçam em ambientes confortáveis, com poucos ruídos sonoros e despertem interesse na criança, adolescente ou adulto.

Para crianças pequenas é recomendável optar por atividades que estimulem a concentração, a interação e a coordenação motora. Para adolescentes e adultos, atividades físicas que aumentem o condicionamento físico são as mais indicadas.

É um grande diferencial caso as escolas ou profissionais tenham experiência com pessoas no espectro. Afinal, é essencial respeitar o limite de cada um, acompanhar de perto o desenvolvimento e, caso seja necessário, realizar adaptações que possibilitem as atividades propostas.

Caso a criança ou adolescente não se adapte, tenha paciência e teste diferentes tipos de esportes. Assim, será possível avaliar em qual deles houve maior interesse e um melhor desempenho.

Esportes recomendados para pessoas com TEA

 

Listamos abaixo diferentes tipos de esportes para crianças, adolescentes e adultos autistas. Perceba que os benefícios vão muito além da diminuição das estereotipias:

 

Circuitos funcionais:

Organizados de forma dinâmica e lúdica, os circuitos funcionais são ótimas atividades para introduzir a prática de esportes na rotina de pessoas com TEA.

Os circuitos auxiliam na melhora do condicionamento físico, no desenvolvimento da consciência corporal, na memória e nas habilidades de organização.

 

Aulas de circo:

Por envolver ações que as crianças já estão acostumadas a praticar (como pular e dar cambalhotas), as aulas de circo também são uma ótima opção para a introdução da atividade física na rotina.

As aulas são lúdicas e auxiliam a superar desafios, desenvolver o autoconhecimento e a autoconfiança.

 

Natação:

Além de fornecer um estímulo sensorial, a água é relaxante e ajuda bastante a diminuir o estresse. A natação também auxilia no fortalecimento do aparelho cardiorrespiratório, no aumento da musculatura, na melhora da coordenação motora, da fala e também do processo cognitivo.

Se for necessário, as primeiras aulas podem ser feitas com o acompanhamento dos pais, até que a criança sinta segurança para ficar sozinha na água. Depois dessa adaptação, o treino pode continuar de forma individual ou em grupo.

 

Futebol:

O futebol é uma excelente opção para ensinar sobre a importância de respeitar regras, lidar com frustrações e comemorar cada vitória. Assim como outros esportes coletivos, o futebol ajuda a pessoa com TEA a socializar, desenvolver a coordenação motora, a noção de espaço e o controle da força.

 

Ginástica Artística:

A ginástica artística é uma modalidade muito versátil. Entre barras paralelas, cama elástica, traves e outros aparelhos, a atividade conta com diferentes opções e materiais sensoriais que podem despertar o interesse das pessoas com TEA.

Esse esporte é excelente para o aumento da consciência corporal e da coordenação motora, pois trabalha força, flexibilidade, ritmo, velocidade e equilíbrio. Além disso, a ginástica promove a socialização, disciplina, autonomia e o aumento da concentração.

 

Taekwondo, judô e karatê

Todas essas modalidades de luta ensinam sobre disciplina, responsabilidade, paciência, persistência e sobre a importância de seguir as regras impostas.

Apesar de deixar alguns pais apreensivos, devido aos movimentos realizados e aos ruídos muito altos, são excelentes atividades para desenvolver a autonomia, o condicionamento físico, a coordenação motora, melhoria da postura, controle da força e do equilíbrio.

As práticas esportivas ajudam a diminuir as estereotipias, o estresse, a irritabilidade e a dificuldade de socializar. Tudo isso ajuda crianças e adolescentes com TEA a se tornarem adultos muito mais confiantes, disciplinados, independentes e saudáveis.

Lembre-se: antes de iniciar qualquer esporte, consulte seu médico ou leve a criança/adolescente ao pediatra. O profissional poderá avaliar quais são as melhores opções para cada um, conforme o diagnóstico, e qual é a idade indicada para cada tipo de exercício.

 

Gostou do conteúdo? Acesse nosso blog para conferir outras matérias ou siga-nos no Instagram.

 

Jade e Atlético Mineiro

O esporte como atividade física e de lazer para crianças autistas, reforça a importância do autocuidado, amplia debates como da inclusão e trazer a inovação para esse contexto só ajuda cada vez mais as famílias com os desafios de seus filhos.

Por isso o Jade Autism em parceria com o clube de futebol Atlético Mineiro, irão juntos promover a inclusão dessas crianças no esporte, levando informação e tecnologia.

Fique de olho em nossas mídias sociais para acompanhar as ações promovidas – aqui.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *