Blog

Bullying e Autismo: como proteger seu filho dos ataques?

 

Pessoas de todas as esferas da vida e todos os tipos de contextos são vítimas de bullying, mas estudos mostraram que aqueles com transtorno do espectro do autismo (TEA) são mais suscetíveis a ameaças do que outros.

Todos devem se sentir seguros online. Portanto, é extremamente importante garantir que seu filho tenha segurança e possa utilizar a internet de forma segura.

 

Problemas com o bullying online

O cyberbullying se tornou uma tendência comum na internet, afetando especialmente crianças autistas. Os agressores usam plataformas digitais, como mídias sociais ou fóruns de bate-papo na Internet, para assediar e intimidar suas vítimas.

A comunicação online às vezes não transmitir o mesmo nível de significado e contexto que as conversas presenciais. Por causa disso, às vezes pode ser difícil dizer se alguém está tentando intencionalmente intimidar ou se é um mal-entendido. Mas, se uma pessoa envia mensagens abusivas ou tenta intimidá-lo ou constrangê-lo on-line, isso é definitivamente um bullying.

A longo prazo o bullying pode prejudicar a autoestima e / ou afetar a saúde mental de seus filhos. O assédio contínuo pode levar ele a se afastar da sociedade, dificultando a interação com amigos e familiares algo muito grave para qualquer pessoa, mas principalmente para o desenvolvimento de pessoas com TEA. Se não for tratado, o impacto do cyberbullying pode ser profundo e por muito tempo.

Embora seja difícil impedir o bullying, você pode tomar medidas para evitar que seu filho se torne uma vítima, como:

  • Proteger as contas de mídia social – altere as configurações nas suas contas de mídia social para que seus perfis possam ser vistos apenas por pessoas que você conhece e confia
  • Não publique informações pessoais online
  • Se alguém lhe enviar mensagens abusivas, não responda, bloquei e denuncie
  • Fale sobre isso – Informe um amigo ou familiar de confiança o que está acontecendo. Eles podem ajudá-lo ou dar-lhe alguns conselhos úteis.

 

Maneiras de melhorar a segurança da Internet do seu filho

Proteger uma criança dos perigos da Internet deve ser uma preocupação para todos os pais, e mais ainda para aqueles que têm filhos no espectro do autismo. Reunimos algumas dicas para manter seus filhos seguros online e evitar alguns dos perigos que podem ser encontrados online.

  • Mantenha o computador da sua família em um espaço comum, como uma sala de estar ou na cozinha. Dessa forma, você pode fazer check-in regularmente e ficar de olho no que está acontecendo nos círculos sociais on-line do seu filho.

 

  • Crie alguns lembretes visuais de dicas de segurança na Internet e pendure-os na sala ao redor do computador. Essa pode ser uma ótima oportunidade para se sentar com seu filho e discutir a segurança na Internet enquanto cria algumas regras.

 

  • Interprete diferentes cenários com seu filho para ensiná-lo a reagir aos perigos on-line em um ambiente seguro. Você pode criar uma conta na plataforma que eles estão usando para enviar mensagens a eles simulando situações de perigo.

 

  • Escreva e imponha uma lista estrita dos horários de uso da Internet para evitar complicações como o vício em internet. Você pode até dividir o tempo gasto on-line em categorias separadas, como brincar ou estudar, e trabalhar isso na lista.

 

  • Guarde todos os eletrônicos cerca de duas horas antes de dormir para ajudar a melhorar o sono do seu filho.

 

  • Use filtros de conteúdo da Internet, como o Net Nanny, para monitorar e restringir a atividade de navegação do seu filho. Esses programas também restringirão o acesso a conteúdo inapropriado e a qualquer outro site bloqueado.

 

  • Instale navegadores da Internet como o KidSplorer – eles são visualmente atraentes para as crianças e tornam mais seguro o uso da Internet. Semelhante a um filtro de conteúdo, eles só poderão acessar os sites que você especificou e até bloquearão o acesso à Internet em horários predeterminados.

 

  • Estabeleça um plano com eles sobre o que devem fazer se encontrarem um cyberbully, como devem reagir e a quem devem contar.

 

  • Pergunte casualmente a eles sobre seus amigos on-line e sobre o que eles estão falando, semelhante à maneira pela qual você perguntaria a eles como foi o dia escolar.

 

  • Forneça a eles uma lista de verificação das informações que eles não tem permissão para fornecer pela Internet, como nome completo, data de nascimento, endereço e nome da escola.

 

Infelizmente, criminosos e golpistas  sempre terão um lugar na internet, por isso é seu dever tomar as medidas necessárias para proteger seus filhos desses ataques.

O site WizeCase criou um Guia de Segurança da Internet que sinaliza as principais áreas que você deve observar e como lidar com as ameaças online.

 

Para pais e responsáveis de crianças com TEA

Já conhece o Jade Autism? O Jade é aplicativo que ajuda a desenvolver habilidades cognitivas. Além de ajudar na resolução de problemas, na utilização de pensamentos estratégicos e na tomada de decisão, podendo servir como mediador no processo de aprendizagem das competências e habilidades como atenção e raciocínio lógico.

Baixe gratuitamente o app e torne o desenvolvimento do seu filho divertido!

Link para DOWNLOAD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *