Blog

Melhores atividades para incentivar quem possui autismo

atividades-para-incentivar-quem-possui-tea

 

O uso da tecnologia sempre foi importante para vários tipos de demanda da rotina das pessoas, mas o recurso tem se mostrado indispensável também para a aplicação de atividades para crianças com TEA.

 

Entender o que é o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é essencial para que o tratamento e as terapias utilizadas com o paciente sejam assertivas e possam trazer melhorias na vida das pessoas que apresentam o quadro. Mesmo que o espectro vá acompanhar o paciente por toda a sua vida, o desenvolvimento de atividades que o estimulem a ganhar maior autonomia é fundamental dentro do tratamento do TEA. 

 

Em geral, os principais aspectos que são verificados em quem possui autismo são dificuldades com a interação e a comunicação social, apresentados de forma verbal ou não verbal. Há também a repetição de comportamentos, que incluem a alta ou baixa sensibilidade a estímulos de ordem sensorial, movimentos repetitivos e interesse fixo

 

Vale mencionar que essas são dificuldades que variam em intensidade para cada paciente.

 

Nesse cenário, onde a medicina busca alternativas para a terapia dos pacientes, a tecnologia que ajuda no desenvolvimento de um sistema Erp é a mesma que pode ser responsável por oferecer recursos que ajudam na rotina de pessoas com TEA.

 

Sendo assim, é fundamental conhecer um pouco mais sobre essa necessidade, de maneira a encontrar soluções que vão otimizar o dia a dia de crianças com autismo, aumentando a qualidade de vida e potencializando o desenvolvimento delas.

 

Para saber mais sobre o assunto, siga na leitura deste conteúdo e conheça atividades que podem ser essenciais nesse processo. 

 

A importância das atividades para crianças com TEA

Quando se pensa em empresas de contabilidade e o quanto os recursos tecnológicos ajudam a conduzir a rotina do local, é possível chegar a conclusão de que esses elementos são indispensáveis para o bom funcionamento desses estabelecimentos. 

 

De fato, a tecnologia hoje é essencial para uma série de tarefas. Sejam elas pessoais ou profissionais, o que gera maior efetividade e agilidade no dia a dia. Ao mesmo tempo, ela se tornou indispensável também para a área médica, que consegue aproveitar diversos dos seus benefícios para o tratamento de alguns quadros de saúde, sendo parte importante da terapia do Transtorno do Espectro Autista. 

 

As atividades utilizadas para o TEA têm como objetivo atrair a atenção dos pacientes, e em especial das crianças. Elas devem estimular a interação da criança, sendo uma forma de fazer com que o seu desenvolvimento social cresça de maneira natural, sendo motivada e impulsionada pelos tipos de atividades aplicadas. 

 

Por isso, assim como uma cotação de seguro só é eficiente quando se atende à necessidade particular de um cliente, aplicar brincadeiras que sejam interessantes ao paciente com TEA faz com que os seus resultados sejam satisfatórios. 

 

Isso porque as atividades, sejam elas tecnológicas ou não, ajudam:

 

  • Despertar da atenção;
  • Estímulo da concentração;
  • No oferecimento de suporte para diversas ações;
  • Na alfabetização;
  • No desenvolvimento da fala;
  • Na integração social;
  • Na expressão de emoções;
  • Entre outros.

 

Dessa forma, é possível perceber a importância das atividades na rotina de quem possui o Transtorno do Espectro Autista, de forma que conhecer algumas delas pode ser essencial para ajudar no tratamento de modo direto e eficaz. 

 

 

Atividades para o tratamento do TEA

A tecnologia pode estar presente nas mais diversas situações do nosso cotidiano, sendo usada desde um processo de aluguel de impressoras à um tratamento terapêutico. Por isso, dentro do quadro do Transtorno do Espectro Autista, é possível utilizar a tecnologia como uma aliada em diferentes atividades, que vão trazer resultados positivos dentro do quadro de cada criança. 

 

Há também outros tipos de atividades que podem contribuir para a terapia do TEA. Conheças algumas das principais a seguir. 

 

1. Jogos online

No tratamento do autismo é fundamental que se utilize recursos que atraiam a atenção da criança. Há uma grande variedade de jogos online que podem ser utilizados pela criança, fazendo com que ela interaja e responda aos estímulos causados pela atividade, gerando bons resultados no dia a dia. 

 

Jogos que estimulam a coordenação motora, o raciocínio, a alfabetização são essenciais e, por isso, devem ser escolhidos de modo criterioso. 

 

Se em um determinado jogo a criança precisa identificar a sinalização de segurança, por exemplo, ela consegue desenvolver o raciocínio de ligar cores e coordenadas, conseguindo alcançar o seu objetivo naquela tela. 

 

Porém, é importante ressaltar que a presença de um mediador é parte valiosa no processo. Justamente para trabalhar aspectos da interação, evitando que o paciente autista fique imerso ali sem estimular a sua socialização. 

 

2. Softwares específicos

Assim como os jogos online, hoje já é possível encontrar softwares especializados em TEA, onde diversas atividades são aplicadas e fornecem métricas do desempenho da criança

 

Esses dados funcionam como dispositivos de controle, de modo que seja possível avaliar a velocidade com a qual a criança interagiu a uma determinada ação pedida no programa, por exemplo. 

 

Nesses casos, as atividades são voltadas para o estímulo de algumas habilidades, que vão desde a escuta até a percepção visual de formas. Possibilitando que o trabalho seja agradável para o paciente e facilmente aplicado por um tutor. 

 

3. Outras atividades

Saber dosar o uso da tecnologia no tratamento do TEA é fundamental. Por isso, em paralelo às atividades tecnológicas, é importante aplicar outros recursos que também ajudam no desenvolvimento da criança.

 

Algumas atividades que são recomendadas para no processo são:

 

  • Uso de massa de modelar;
  • Jogos de quebra-cabeça;
  • Uso de fantoches;
  • Atividades com pintura.

 

Com esses exemplos de exercícios, o paciente tende a ter uma maior desenvoltura, conseguindo atingir níveis cada vez melhores de desenvolvimento. 

 

Dados sobre o uso de tecnologias

Que a tecnologia facilita o dia a dia das pessoas ninguém duvida. Como já dito, ela está presente em todos os aspectos de nossa vida, permitindo a criação de serviços de portaria virtual de forma prática, e também sendo essencial para tratamentos de saúde, sendo aplicada em vários quadros, como o da terapia do TEA. 

 

De acordo com dados divulgados em 2018 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), uma a cada 160 crianças no mundo é autista. Isso significa que a busca por terapias complementares, como a com o uso da tecnologia, acontecem no mundo todo. 

 

Estudos apontam os benefícios que recursos como os tablets e computadores oferecem para as melhorias de desempenho de autistas.

 

A psicóloga Linda LeBlanc, professora da Universidade de Auburn, no Alabama, menciona que a tecnologia aplicada ao tratamento do autismo traz benefícios em termos de precisão e consistência, assim como de prazo e custos. 

 

Ao mesmo tempo, o PROTEA, grupo de pesquisa sobre transtornos do espectro autista da USP (Universidade de São Paulo). Utiliza aplicativos para medir a eficiência que a tecnologia pode trazer para a rotina das crianças com autismo. Segundo relatórios obtidos com a aplicação desses recursos, não apenas o diagnóstico pode ser feito com softwares desenvolvidos para essa finalidade, como os apps que ensinam tarefas básicas para os pequenos ajudam no desenvolvimento dessas crianças. 

 

De fato, ainda há muito que se explorar nesse setor. Mas continuamente estudos aplicados em quem possui autismo mostram o quanto o uso da tecnologia  pode ajudar a aprimorar habilidades básicas nas crianças. 

 

Dicas para incentivar as crianças na aplicação das tarefas

Aplicar as atividades necessárias para o bom desenvolvimento das crianças com autismo nem sempre é uma tarefa simples. Afinal, elas podem não ter a disposição necessária para dar início a um tipo de atividade se aquela proposta não for suficientemente atrativa, cabendo aos pais e aos profissionais de saúde a criação de estratégias para incentivar a prática

 

Uma das primeiras dicas, e que também é uma das mais importantes, é estabelecer uma rotina com a criança. Isso porque esse cuidado garante maior previsibilidade do dia a dia, o que ajuda a criança autista a ter maior estímulo nas suas obrigações. 

 

As atividades físicas e a atribuição de tarefas são outros elementos recomendados, pois ajudam no desenvolvimento físico e no senso de responsabilidade. 

 

Assim, em uma residência onde haja paisagismo residencial, por exemplo, é possível delegar à criança a tarefa de regar alguns vasos de plantas. Além de ser uma ação agradável, ela ganha maior autonomia e aprimora a coordenação motora.

 

É também essencial que os pais e os profissionais envolvidos no tratamento do TEA saibam reconhecer e elogiar os esforços aplicados pelo paciente. Sendo esse um estímulo que pode fazer toda a diferença na realização das atividades da terapia. 

 

O Transtorno do Espectro Autista é um quadro permanente, mas que pode ser minimizado, possibilitando o aumento da qualidade de vida dos pacientes. Por isso, investir em atividades com o uso de tecnologia, e nas dicas abordadas neste conteúdo, pode ser uma forma eficaz de conquistar bons resultados no tratamento do TEA. 

 

Plataforma de desenvolvimento de pacientes com TEA

Estudos mostram que o uso da tecnologia na administração da terapia para autismo, tão necessária, são eficazes para diminuir a distância entre as horas de terapia recomendada e a quantidade que crianças com TEA recebem.

 

O Jade Autismo é um software terapêutico para estimulo e acompanhamento de pacientes autistas e outras comorbidades cognitivas. Através de relatórios de prognóstico, os especialistas tem mais praticidade, agilidade e assertividade no momento de analisar as respostas de seus aprendizes.

 

Leve qualidade para o tratamento dos seus pacientes. Clique AQUI e assine o Jade!

 

Em caso de dúvidas e mais informações, entre em contato pelo endereço de e-mail: contato@jadeautism.com.

 

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *